sábado, 5 de dezembro de 2009

ficção

11 comentários:

andré abreu disse...

Foi numa sessão das dez
Que você me apareceu, me ofereceu pipoca,
Eu aceitei e logo em troca
Eu contigo me casei.
......
Curtiu com meu corpo
Por mais de dez anos,
E foi tamanho o desengano
Que o cinema incendiou."

fala doutor, gostei da charge, vc ta na vitrine do BC novamente, beleza!
abs

André disse...

Salve Bosco!! Sempre afiado. Apareça lá no blog. Abç!

PIRES disse...

GRANDE J.BOSCO , SOU ADMIRADOR MUITO GRANDE DO SEU TRABALHO , ESCOLHI O CARA CERTO PARA APERFEIÇOAR MEU TRABALHO COM CARTUM , É VOCÊ , FAUSTO , FERNANDES , BAPTISTÃO,
JEAN GALVÃO , ORLANDELI ,E TEM MAIS GENTE , MAIS OS PRINCIPAIS SÃO VCS , ADORO APRENDER COM VCS.
ABRAÇOS PIRES!!!

J.BOSCO disse...

Salve mestre cuca André Abreu, sempre ligadão nas pérolas do Raulzito...rsss
abs

J.BOSCO disse...

grande amigo André Maringoni, desculpe a falta, já estou indo!!
abraços

J.BOSCO disse...

Grande lancelot Pires, brigadão pelos elogios!
você é o cara da nova geração!
abs

José Lucas disse...

Muito bom doutor João Bosco! ;)
Me perco vendo as charges anteriores...
Como eu queria ser um chargista que nem você, snif...
Heheh abraço!

Waldez disse...

no escurinho do cinema chupando drops de anil, longe de qualquer problema perto de um final feliz.
boa charge.

J.BOSCO disse...

grande José lucas, seu desenho é formidável, adoro suas sacadas.
brigadão pelo carinho.
abs

Fero disse...

Filho do Brasil??
Eu chamaria de filho de
outra coisa...mas aqui não
pode né?kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Abs. Fero

Rose Araujo disse...

Hehehehe!
Que ótimo, Bosco!

:)