quinta-feira, 27 de maio de 2010

arranca toco

14 comentários:

andré abreu disse...

salve Bosco, ótima charge Doutor, vamos retomar os trabalhos!!..rsrs

abs

J.BOSCO disse...

vamos retornar os trabalhos, meu nobre amigo André Abreu!!!
abs

Marcus Benedito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcus Benedito disse...

Realmente é uma vergonha o veto que o governo quer aplicar no mísero reajuste de pouco mais de 7% dado aos aposentados e pensionistas.

Lula, o grande mentiroso, fica posando na mídia como o grande representante dos países (sub)emergentes, mas a única coisa que ele tem é gogó e mais nada... Suas palavras, carregadas de um nefasto populismo a la Vargas, não passam de ilusão quando a questão refere-se a grande maioria do povo pobre e trabalhador no Brasil.

Há pouco, com gestos obscenos (fez uma banana) e com comentário mais degradante ainda - ao se referir às sanções exigidas pela Rússia contra o Irã - o presidente deixou claro o que sempre foi: um conciliador. E isso nada tem de positivo, quando os interessados são classes antagônicas. É nisso que reside a questão: Lula utiliza todo o seu prestígio, construído ao longo de anos de greves, de lutas e fazendo parte/representando uma classe (a trabalhadora, aque sofre mais-valia, os que produzem todas as riquezas) na hstória recente do nosso breve século XX, parafraseando Hobsbawm.
Todavia, Lula chegou lá, mas o povo trabalhador não! Ao ser eleito, Lula assumiu sua capitulação total e irrestrita aos donos do poder. Lula virou amigo de industrial, de megas banqueiros e da agricultura de negócios esclavagista. Se coverteu nisso: um grande mentiroso. Lembram a primeira palavra do discurso de posse em 2003? Mudança. A esperança foi corrompida pela medo. Lula pode até ir para a secretaria da ONU, mas um trofeu ele já ganhou: o de rei das bravatas.

Ele utiliza sua hitória de luta para iludir o povo, e aparentar enfrentamento aos interesses do imperialismo mundial, e a peso de mais estelionato eleitoral, tenta enfiar de contrabando um poste (Dilma), para continuar seu projeto de corrupção, retirada de direitos, obras superfaturadas e mais mentiras.

Lula não passa disso. Vai entrar para a história como o grande pai dos pobres. Mas a verdadeira história, aquela que passa pelo crivo da hipocrisia, que não se deixa furtar pelo peso das conveniências e do aparente, a história que assume sua postura de interpretar o passado para que os do presente consturem um futuro melhor, certamente essa história, que é tudo que representa a luta contra esse projeto; que é a resistência representada por uma charge, uma poesia, um texto, uma foto, ocupação de fábrica, de teto ou terra, a história dos que ousam se movimentar para quebrar as algemas da moderna escravatura; essa história saberá colocar Lula no seu devido lugar. Ao lado dos grandes traidores. Essa história lembrará que Lula, era apenas aparência. Lula cometeu inúmeras barbaridades e algumas delas são: querer enfiar, goela abaixo do povo do Xingu, a Hidrelétrica de Belo Monte e o miserável e degradante de ato de VETAR esse pífio reajuste p/ esses trabalhadores aposentados, que corrupto FHC chamou de "vagabundos".

Só em 2008, o presidente deu, "de mão beijada" aos banqueiros, mais do que todos os governos anteriores em 30 anos; uma soma de cerca de quase R$ 300 BI! Se faria Reforma Agrária e certamente daria para minimizar muito o déficit habitacional nesse país, com esses recursos.

Lula sabe que não dá p/ servir a deus e ao diabo ao mesmo tempo. Quando se concilia interesses antagônicos, o lado mais forte e mais organizado sempre sái ganhando. E nesse caso, a burguesia ganhou um jogador de peso p/ seu time: o presidente Lula. O ex-operário.
Tornou-se inimigo de velhinhas e velhinhos aposentados e pensionistas. Inimigo de trabalhadores.

Um ex-operário, que hoje trata os movimentos sociais como caso de polícia. Mas essa falsificação, essa tragédia que se tornou o Lula, não destruirá com a luta de classes e nem poderá falsificar a História. Pois como bem ele disse, antigamente, SÓ A LUTA MUDA A VIDA!
Mas a culpa é de sua charge. P/ mim, ela diz tudo isso que levei um bom tempo digitando e corrigindo. Abçs

Mai disse...

Genial!

Biratan Porto disse...

Boa Bosco. acho que o título que ficaria também legal seria o "sem Paradinha",.
Bira, o tan

Biratan Porto disse...

Boa Bosco. acho que o título que ficaria também legal seria o "sem Paradinha",.
Bira, o tan

wania disse...

bom de bola esse Lulalouco.
bjs

J.BOSCO disse...

Estamos todosenvergonhados com esse ex-operário que se dizia amigo do pvo, meu amigo Marcus Benedito.
Brigadão pela nobre visita.Seu comentário inteligente enriqueceu mais esse humilde blog.
abraços

J.BOSCO disse...

Valeu mestre Bira, realmente a "paradinha" daria um show...rsss
abraços

Waldez disse...

fala jb, Carlos Galhardo era um dos melhores, ótima charge!

Waldez disse...

vitrine jb, maravilha

Waldez disse...

jb, o que não falta é arranca toco nessa vida!!! abraços

Felipe disse...

O presidente não fez nem a paradinha. LIBERTEM O KRAKEN!