quarta-feira, 24 de março de 2010

Pará perde educador Meirevaldo Paiva


Morreu na tarde desta terça-feira (23), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Amazônia, em Belém, o professor Meirevaldo Paiva, de 70 anos, um dos maiores defensores do ensino de qualidade e do reconhecimento profissional de educadores do Pará. O corpo está sendo velado na capela mortuária da Beneficente Portuguesa e será enterrado às 15 horas, no cemitério Recanto da Saudade, em Ananindeua.
Meirevaldo Paiva estava hospitalizado havia 23 dias com uma pneumonia. Segundo o filho Rui Paiva, o pai teve o quadro de saúde agravado na última semana, quando precisou ser entubado e passou a respirar por aparelhos. Na última segunda-feira, ele chegou a conversar com o pai, que reclamou do incômodo da UTI. 'Ontem de manhã ele já piorou até a hora da morte', lamentou Rui, que, junto com os outros três irmãos, cuidou dos detalhes do sepultamento.
Bacharel, licenciado e livre docente em letras pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Meirevaldo Paiva foi professor do ensino fundamental, médio e superior, e passou pelos colégios Moderno e Nazaré. Foi fundador da Escola Gratuita Padre Champagnat, além de ser delegado regional do Ministério da Educação (MEC). Parceiro das Organizações Romulo Maiorana (ORM), mantinha uma coluna todas as segundas no jornal O LIBERAL, na página de opinião do caderno Atualidades, o professor teve papel fundamental no processo de criação e difusão do programa O Liberal na Escola.

9 comentários:

wania disse...

uma grande perda para educação.
bjs

J.BOSCO disse...

Um dos maiores educadores do Pará, sua participação foi fundamental no ingresso de minha filha Allana na UFPa, seu curso de redação é um dos melhores de Belém.
Brigadão professor Meirevaldo Paiva.
Meus sentimentos,Andréa e Rui Paiva, meus amigos de todas as horas.
Que Deus encaminhe o espírito do professor no resplendor da luz pérpetua,
Amém!

Odilia disse...

Querido e inesquecível professor de Literatura Portuguesa, que Deus o guarde e ampare nessa nova jornada que se inicia com seu retorno à vida espiritual. E que lhe seja permitido ser recebido pelos que lhe foram caros nesta existência. Ao Rui, Fred e Andréa nossos sentimentos, rogando ao Pai que lhes dê o fortalecimento necessário nessa hora tão sofrida.

tonhOliveira disse...



é "duca' a DOR!

:'-(

Waldez disse...

com certeza fará falta mesmo!!

Alexandre disse...

A morte do Professor Meirevaldo Paiva, não entristece somente a mim, mas certamente a todos que como ele compartilhava a idéia de uma educação de qualidade. Os dois anos em que fui seu aluno, certamente foram os melhores de minha vida acadêmica, e que muito contribui para me tornar o profissional que sou e serei. Seus ensinamentos não transformam as pessoas em bons alunos, mas sim em cidadãos compromissados com a sociedade em que vivem. Muito obrigado Professor.

Alexandre José França Carvalho

Eduardo Bueres disse...

O professor Meirevaldo Paiva merece todo o reconhecimento e respeito por parte de todos que tiveram a oportunidade de conhece-lo pessoalmente, ou em suas posições profundamente humanístas e progressistas, a despeito do veículo onde expressava suas ideias e convicções.Aos seus familiares,os mais sinceros votos de pesar deste velho comunísta aqui, que reconhece nele a figura rara de um patrióta.

Eduardo Bueres e
Equipe do Blog
MILITANCIAVIVA

Jorge Reis disse...

O Melhor de todos ... :-)

Jorge Reis disse...

O Melhor de todos ... :-)