domingo, 21 de junho de 2009

Blogagem coletiva - Dia internacional da música


Eu Sou Egoísta
(Raul Seixas)

Se você acha que tem pouca sorte
Se lhe preocupa a doença ou a morte
Se você sente receio do inferno
Do fogo eterno, de Deus, do mal
Eu sou estrela no abismo do espaço
O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço
Onde eu tô não há bicho-papão
Eu vou sempre avante no nada infinito
Flamejando meu rock, o meu grito
Minha espada é a guitarra na mão
Se o que você quer em sua vida é só paz
Muitas doçuras, seu nome em cartaz
E fica arretado se o açúcar demora
E você chora, cê reza, cê pede... implora...
Enquanto eu provo sempre o vinagre e o vinho
Eu quero é ter tentação no caminho
Pois o homem é o exercício que faz
Eu sei... sei que o mais puro gosto do mel
É apenas defeito do fel
E que a guerra é produto da paz
O que eu como a prato pleno
Bem pode ser o seu veneno
Mas como você vai saber... sem tentar?
Se você acha o que eu digo fascista
Mista, simplista ou anti-socialista
Eu admito, você tá na pista
Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou ista, eu sou ego
Eu sou egoísta
Por que não...

8 comentários:

Mattias disse...

Bosco, soube que teu trabalho ficou na briga por premiação em Volta Redonda até o final... Égua de ti hein!
Risos
Parece que deu Fernandes, Edu Grosso, Jota A., Rucke e outros que eu ainda estou buscando saber.
Muito bacana isso!
A comissão julgadora também teve a volta do Ulisses, o Nei Lima, o Mayrink, o Guidacci e o Amorim que entendem tudo de desenho de humor. Então, em princípio, a segurança dos premiados nos faz pensar que os trabalhos são muito bacanas.
Vamos à luta que as oportunidades estão esperando por todos nós.
Abraço grande Bosco.

J.BOSCO disse...

Valeu brother Mattias, vamo que vamo que salões no brasilcartoon esperando a gente, não podemos deixar nenhum de fora...rsss
abraços

Nade disse...

Grande Raul!!!
Essa música é antológica, grande Bosco! Sou suspeita, pois adoro R. Seixas, apesar de não ter vivido a geração dele... Minha mãe sabe todas!
Obrigada pela participação na Coletiva, viu!
Grande beijo!

J.BOSCO disse...

Nadejane,eu que agradeço pelo convite!
Raul Seixas faz parte dos melhores e piores momentos da minha vida...rsss
Poderia postar todas,pois cada uma tem histórias fantásticas.
bjs

andré abreu disse...

PQP!!! com esse vou até tomar uma cerpinha!!!! rsrsrs

abs

Paulo Roberto Montanaro disse...

Grande Raul! Parabéns pela lembrança do nosso ícone!


Tbm estou participando da blogagem coletiva. Se puder, dá uma passadinha lá no Pensando Imagem e Som, ok?

Há braços
Paulo

Waldez disse...

vamos aguardar o resultado de volts redonda ouvindo essa:

Gente é tão louca
E no entanto tem sempre razão
Quando consegue um dedo
Já não serve mais, quer a mão
E o problema é tão fácil de perceber

É que gente
Gente nasceu pra querer
Gente tá sempre querendo
Chegar lá no alto
Pra no fim descobrir
Já cansado que tudo é tão chato
Mas o engano é bem fácil de se entender

É que gente
Gente nasceu pra querer
Em casa, na rua, na praia, na escola ou no bar... ah!
Gente fingindo, escondendo seu medo de amar...oh!
Gente é tão louca...

Sonhos & melodias disse...

Oi J. Bosco,
Só hoje estou lendo os textos dessa blogagem. Grande lembrança do nosso "Maluco Beleza". Adorei!
Virei aqui com mais calma para conhecer seu espaço. Também participo dessa blogagem. Te espero por lá.
Abraço